sexta-feira, 7 de dezembro de 2012


Fazendo meus planos para 2013 e para uma vida toda...   :)








quarta-feira, 28 de novembro de 2012

Despedida...




Londrina, 28 de novembro de 2012.

Numa tarde qualquer em meados de junho recebo uma mensagem no meu celular de um número desconhecido, dizendo que gostaria de me mandar uma oferta, pois havia lido minha carta de oração e gostaria de contribuir para a minha viagem para a África em julho de 2012. E a mensagem estava assinada com o nome Estéfane...

Desconfiei, liguei para o número e uma voz doce de menina me disse que tinha um chamado missionário, que amava missões, mas como ainda não podia deixar o Brasil, gostaria de contribuir com quem fosse...

Quem me conhece mais de perto sabe das minhas dificuldades em lidar com dinheiro, doações, sustento missionário... Deus tem tratado isso em meu coração. Mas saber que toda a minha provisão financeira hoje vem de ofertas de igrejas, famílias e de pessoas como a Estéfane fazem com que eu me sinta despreparada para possuir a nominação de missionária... e é assim que me sinto: indigna...

O tempo foi passando, fomos trocando mensagens sobre cursos de inglês que ela queria fazer, planos sobre o seu futuro, sobre missões, da sua vontade em ir pra África e nossa vida com Deus...

Esses dias minha mãe perguntou pela Estéfane e eu disse que havia um tempo que não nos falávamos. Mandei a seguinte mensagem, mas ela não me retornou: “Só pra te contar q ontem minha mãe perguntou sobre vc... e me deu vontade de saber como anda tudo por aí... Tudo bem com vc? Como está tudo? A minha oração é q Deus continue guiando o seu coração em tudo o q vc fizer... Bjos com carinho e espero um dia te encontrar pra te abraçar e agradecer a benção q vc foi na minha vida... Bjão...”

E hoje, pra minha surpresa, ao tentar contato com ela de novo, fiquei confusa com as mensagens de “despedida” e “saudades” em seu Facebook. Pensei q ela tinha mudado de cidade novamente. Mas não, descobri que Estéfane havia morrido atropelada por um caminhão há um mês... ela não chegou a ler a mensagem que mandei...

Meus olhos encheram de lágrimas e eu não podia acreditar no que estava lendo... Não podia...
Eu não teria mais a chance de conhecer Estéfane, nem de abraçá-la e agradecê-la pessoalmente...

Por isso vim aqui no meu blog (onde estou muda desde julho, pois ainda me sinto voltando da África) para contar um pouco da sua história que se juntou à minha...  para fazer uma homenagem de uma menina q admirava outra menina...

Vim aqui me despedir de vc minha querida, demonstrar a minha gratidão e carinho, pois Deus usou a disponibilidade do seu coração para encorajar o meu ministério... Ele usou a sua vida para demonstrar que eu estava trilhando o caminho certo e que Ele estava comigo...

Me despeço orando por todos os seus amigos e familiares. Que Ele conforte o coração de cada um deles...  e que eles se lembrem do seu amor por Jesus e da sua disponibilidade em servi-lo...

Bjos com carinho,

Ana

segunda-feira, 30 de julho de 2012

Voltando pra casa

Rumo a Londrina, 30 de julho de 2012.

É hora de chacoalhar a poeira... é hora de voltar pra casa...
É hora de matar tantas saudades...
É hora também de nos encontrarmos conosco mesmos e com todas as mudanças ocorridas em nós nos últimos dias...
Foi impactante e lindo observar cada membro do Time se modificando, desabrochando, reconhecendo a presença de Deus num lugar tão seco e sedento...
Essa observação e convivência enriqueceram e modificaram meu ministério e minha vida pra sempre...
Observar o Pr. Pedro liderando o grupo de homens com versos citados de cabeça, com uma habilidade linda em manusear a Palavra e usando seu casamento como testemunho...
Perceber a liderança doce, firme e singela da Rute ao trabalhar temas tão delicados e íntimos com as mulheres...
Ver a Jacque desenvolvendo seu dom com as crianças, se doando até o ultimo fôlego ao cantar, educar, ensinar, contar histórias e mais histórias àqueles pequeninos...
Ver a Michele colorindo o ambiente com sua presença doce e tranqüila, com um olhar de artista, se doando a todo o tempo àquelas crianças...
Sentir a preocupação e tristeza da Mariluz ao perguntar em todas as refeições se havia comida suficiente para todos ali, e também dar muita risada com sua alegria contagiante... (estou terminantemente proibida de chamá-la de Dona Mariluz... hehehe)
Ver o nascimento de uma missionária, a nossa Bruna, que numa fração de segundos colocou todos os seus estudos em prática, salvando uma criança que nascera no meio do mato, numa noite fria...
Reconhecer no olhar do David uma dor na alma e um amor profundo pelo outro, um encontro com Deus nunca antes experimentado, um dom de servir a todos e a todo o tempo com um sorriso sempre no rosto...
Me compadecer das lágrimas do rosto do Romeu que rolavam sem parar... e vê-lo desenvolver seus dotes preparando balões para as crianças, cozinhando para o time e ainda aconselhando homens sobre o matrimônio...
Ao ver o Adriano auxiliando no ministério com os homens e se aventurando a dirigir em estradas nunca antes percorridas...
Ver a euforia da Ana querendo se inserir na cultura de uma forma contagiante e particular, tirando todas as fotos possíveis e impossíveis (e obrigada por todas as fotos tiradas... amei...)
A minha oração meus queridos é que todas as transformações ocorridas nesta viagem possam continuar renascendo no coração de vcs todos os dias...
Que tenhamos sabedoria emocional e espiritual para voltar à rotina do nosso dia a dia com a aptidão de continuar vivendo a loucura do evangelho e entrega pelo outro em terras brasileiras...
Ao olhar pra trás meu coração se enche de alegria, de paz, de contentamento... Se enche de saudades e agradecimento ao Deus que esteve conosco em todo o tempo... pois tudo o q aconteceu entre nós e através de nós foi obra de sua bondade e para louvor de Seu nome...
Não há nada melhor que se entregar totalmente a esse Deus de amor, que nos ama apesar de nós mesmos, e ainda nos usa apesar de todas as nossas limitações...
Alegria em ser Dele e por Ele viver os meus dias... e muiitta alegria por ter compartilhado alguns deles com vcs...
Bjos com saudades de todos...
Ana

sábado, 21 de julho de 2012

Mocimboa da Praia... lar doce lar...


Mocimboa da Praia, 21 de julho de 2012.

Já está quase na hora de me despedir...

Parece que nem cheguei e já estou a partir...

Mocimboa é um lugar tão especial pra mim, que eu sempre voltarei aqui... seja sozinha, seja com minha futura família, mas eu sempre voltarei.

Sempre voltarei para rever a casa onde eu vivi os melhores anos da minha vida...

Sempre voltarei para lembrar minha família moçambicana que eu oro sempre por eles e que eles estão em meu coração.

Encontrei novos bancos, comércios, muitos carros, desenvolvimento... pena que esse desenvolvimento que só visa a exploração não traz melhorias para a população...

Encontrei pessoas em casas melhores, outras na mesma realidade... uns muito doentes, outros gozando de boa saúde... principalmente a Amina, a menininha da foto, que fez todos os testes deu negativo quanto a AIDS...  :)

Eu chorei, abracei, ri, brinquei, sentei e conversei, gastei tempo ouvindo, ouvindo, mimei Mama Aby e Patrick e fui mimada por eles....

Mas o mais difícil foi chegar aqui numa época onde muitos casamentos forçados estão acontecendo... Época de férias é assim... eles aproveitam pra casar suas adolescentes...

Com medo que suas meninas engravidem e fiquem mal faladas, as avós – pois estamos falando de uma sociedade matriarcal, onde quem tem a última palavra são as mamás mais velhas da família – estão obrigando suas netas a se casarem.

Uitôto, minha vizinha de apenas 14 anos casou-se com um homem que não queria, que não amava. Não adiantou seu pai protestar... quem decidiu casar Uitôto foi sua avó... Enquanto eu visitava a família uma grande discussão foi formada, pois ela está recusando o marido e a avó disse que ela não pode voltar para a casa dos pais.

O mesmo foi com a filha de Zaina. Sua filha de 14 anos já está prometida para um homem 20 anos mais velho. Não adiantou ela protestar, nem seu marido protestar... sua sogra arranjou o casamento e assim vai acontecer depois daqui a 40 dias... Zaina me disse assim com lágrimas nos olhos: “Eu não quero mana, eu não quero... casamento não é obrigação mana, eu casei pela minha própria querencia...”

A África te ensina que algumas vezes não temos o que fazer a não ser orar, a pedir a Deus que tenha misericórdia deste povo, destas meninas que não tem voz nenhuma...

A violência doméstica continua, as crianças sendo tratadas como mão de obra fácil e acessível (muitas famílias não mandam suas meninas pra escola, pois é conveniente tê-las em casa para o trabalho do dia a dia...), e na cabeça de suas mães elas não precisam mesmo falar português e serem educadas, pois na adolescência vão simplesmente seguir o caminho de toda mulher mwani: casamento arranjado, gravidez precoce e aprenderão a dividir seu marido com outras mil mulheres e aprenderão também a traí-los quando o dinheiro em casa não for suficiente...

Deixo Mocimboa com o coração apertado, deixo Mocimboa já planejando em voltar...

Mas também deixo Mocimboa nas mãos do meu Deus que tudo pode, que tudo vê, que tudo transforma e que ama incondicionalmente este povo...

Até daqui uns dias de novo Mocimboa...
Bjos a todos...
Ana

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Africa 2012 - Bunga/Espungabera

Avião de Beira para Pemba, 15 de julho de 2012.
A primeira etapa da nossa jornada se foi. O time se dividiu em três partes... Eu estou indo para o norte visitar minha família em Pemba e Mocimboa da Praia, David ficou em Espungabera e o restante seguiu para a Casa das Formigas em Maputo.   
Abraços foram dados, promessas de reencontros em tantas casas espalhadas pelo Brasil já foram pré-agendados... a primeira despedida já ocorreu...

Nosso time formado de 11 brasileiros, pertencentes a igrejas diferentes, com personalidades distintas e ministérios diversos foi uma prova que Deus une e abençoa aqueles que estão dispostos a servir. Nos encontramos no aeroporto, alguns pela primeira vez, e de lá partimos como uma família.
Bunga foi nosso lar por 4 dias, marcados por horas intensas de trabalho.... Nos dividimos e tivemos ministérios para homens, mulheres e crianças.
Encontramos mulheres se ajoelhando para serem ouvidas pelos homens, mulheres que trabalham de dia e de noite para suas famílias, homens disseminando uma cultura machista e castradora por falta de instrução e conhecimento, crianças analfabetas, carentes e famintas... o desafio a cada minuto era imenso...
Com as mulheres, homens e casais, ouvimos confissões, desabafos e o quanto alguns aspectos da tradição e cultura trazem falta de paz e qualidade de vida pra esse povo. Foram trabalhados aspectos de casamento, papeis a serem desenvolvidos na família, educação escolar, higiene, saúde da mulher, violência, e tantos outros... 
Novas ideias, perspectivas e luz através da Palavra foram disseminadas dia a dia, e já pudemos ver algumas mudanças, outras serão realizadas através de muita, muita oração.... A semente foi plantada e temos certeza que o Espírito Santo vai continuar agindo nas mentes e corações.
 
O trabalho com as crianças foi um sucesso. Historias foram contadas, músicas dançadas... foram tantas atividades que as crianças aguardavam a surpresa do outro dia... O fantoche chamado “Sambo” da nossa amada missionária Didi veio visitar novamente o povo, que o aguardava ansioso.... Era uma alegria ver as crianças correndo atrás das bexigas e bolas, com os dedinhos pintados de tinta... Foi fascinante ver seus olhinhos brilhando a cada historia, a cada contato com o novo...
Ao deixar Bunga percebemos o quanto o Brasil não nos fez falta e o quanto uma atitude de flexibilidade, otimismo e abertura de coração para o agir do Espírito em nós fazem toda a diferença....

Nosso time não reclamou dos banheiros com buraco no chão, dos banhos com os pés na terra, das noites em sacos de dormir, dos cabelos duros de terra, das mãos sujas e pés cansados... Foi agradável perceber a interação e o amor demonstrado no cuidado um com o outro, nas orações constantes, no carinho expresso pelo time que nos recebeu...
Saímos desta etapa com a sensação de dever cumprido, de gratidão imensa a Deus por ter sido tão gracioso em operar milagres e maravilhas apesar de nós mesmos, de nos presentear com a sua doce presença que modificou as nossas vidas através da interação com um grupo de pessoas tão simples, mas tão ricas.
Aprendemos muito mais que ensinamos, e seremos gratos pra sempre por esse tempo....
Só tenho dizer a cada um de vocês, querido time, muito obrigada... liderar um time como este, juntamente com Pr. Pedro foi mais que um presente...
Muito obrigada Jinx, Dawn e Cecília por nos receber tão bem e por testificar que Jesus vive através das suas vidas e ministério.
Amo cada um de vocês do mais profundo do meu coração e estarei orando para que a jornada de cada um seja completada aos pés do nosso Deus...
Me despeço com lágrimas nos olhos, com o coração apertado de saudades e com gratidão a Deus, na certeza q Ele estará presente com vcs o tempo todo...
Beijos e abraços bem brasileiros..
Nos vemos em breve!!
Ana 

sexta-feira, 6 de julho de 2012

Antes de partir

Londrina, 04 de julho de 2012


Antes de partir tentamos nos preparar...
Antes de partir arrumamos as malas, fazemos listas, compramos presentes, checamos os documentos...
Antes de partir damos aquela olhada no espelho pra ver como está a nossa cara lavada...
E a minha partida não tem sido diferente. Estou me preparando há meses para que tudo esteja quase que perfeito para esta viagem.
Além de auxiliarmos o ministério de grandes amigos missionários, pra mim, esta viagem é mais que isso...
Ela tem um significado mais profundo, pois retornarei para a terra que mudou a minha vida pra sempre.
Assim, esse processo de partida vai muito mais além...
Além da minha mala estar recheada de presentes, tenho orado para que a minha vida, minhas açõs, minhas palavras, olhares, toques e conversas estejam recheadas da presença de Jesus...
Pois se não for pra Ele ser visto em mim... se não for pra influenciar a vida de pessoas que amo tanto sobre o evangelho da paz, não há o porque da partida...
O meu desejo é que as minhas amigas e amigos africanos possam sentir através de mim o amor restaurador de Jesus, e que isso faça diferença de fato na vida de cada um.
Assim, se um dia vc for orar por mim ou por esta viagem, este é o meu único pedido: que Jesus seja visto através de mim e de todos q estarão neste grupo... Que sejamos instrumentos usados pelo Espírito e que Ele tenha liberdade de agir em nós e através de nós...
Que o bom perfume do nosso Cristo seja sentido e apreciado, e que esta fragância impacte vidas para a salvação no sangue do Cordeiro...
 
E aí vou eu Africa!!!!!!!!!!  Uhuuuuuuuuu!!!  :)
 
Com amor e muiiittaaaa alegria,
 
Ana



Antes de partir milhões de pensamentos tem rondando o meu coração...

quarta-feira, 20 de junho de 2012

Rumo a Àfrica

Olá amados e amadas,


Escrevo este post com as minhas malas e listas quase prontas para voltar ao campo missionário. Sim!!!! Eu estou voltando para a África!!! Embarcarei no dia 06 de julho de 2012!!

Uma das maiores carências da África nos dias de hoje, além da fome, AIDS, violência, intolerância religiosa, mortalidade infantil, etc, é o fortalecimento e amadurecimento de lideranças cristãs locais em um evangelho embasado exclusivamente na pessoa de Jesus Cristo, promovendo uma Igreja Cristocêntrica e que expanda o amor de Jesus dentro do seu próprio continente. E esta necessidade tem sido sentida de forma latente, na cidade de Espungabera – Moçambique.

Com um ministério frutífero que tem crescido ao logo de mais de 10 anos, a Igreja em Espungabera que atende a mais de 12 comunidades circunvizinhas, se vê em meio à carência de lideranças cristãs locais que estejam preparadas para romper totalmente com padrões culturais embasados no pecado, como por exemplo, a poligamia, venda de suas filhas para casamentos prematuros, uso de curandeiros e feiticeiros, etc.

Como coordenadora do ministério de curto prazo da MIAF, fui convidada a acompanhar um grupo de 10 voluntários a uma viagem até esta região. Nosso foco será fortalecer lideranças locais com atividades de discipulado, reciclagem de professores de escola dominical, contação de histórias infantis, palestras e seminários sobre casamento, fidelidade e saúde conjugal, higiene pessoal e saúde em geral, auxílio em atividades escolares, entre outros. O grupo visitará também o ministério da nossa querida missionária Delci, realizando todas estas atividades também na Casa das Formigas. Retornaremos ao Brasil no fim de julho de 2012.

Assim queridos, meu ministério sairá por alguns dias do âmbito do escritório da MIAF em Londrina, das papeladas, negociações, emails, projetos e formulários, para adentrar o continente africano novamente, não só com as minhas orações, mas com meus pés e mãos.
E para a minha alegria, neste tempo também visitarei a vila em que morei por dois anos, Mocimboa da Praia, onde desenvolverei algumas atividades de reciclagem com as professoras da Escola Tumaini, darei assistência à Biblioteca Tumaini, visitarei as igrejas locais e todas as famílias que fizeram parte do meu ministério de evangelização entre o povo mwani (muçulmanos).

Vocês não sabem como estou feliz em poder andar por aquelas ruas novamente, visitar minhas vizinhas e amigas, e gastar tempo com uma imensa família que deixei por aquelas terras. Essa viagem já tem sido um presente de Deus. Pois além de abençoarmos vidas brasileiras inserindo esses voluntários num trabalho missionário que mudará as suas vidas pra sempre, serei ainda mais abençoada por estar de volta ao continente que se Deus quiser, será parte da minha vida pra sempre.

Assim, termino pedindo que vocês me acompanhem nesta jornada com suas orações e súplicas diante do Pai. Que Deus possa abençoar e alcançar vidas através desta viagem, que haja libertação e salvação, e também, que seu Espírito vá a nossa frente nos guiando, protegendo e dando discernimento para sermos sal e luz em meio a tantas trevas.

Se vocês quiserem abençoar este projeto e a minha viagem, por favor, entrem em contato comigo, ou acessem o site da MIAF: http://www.miaf.org.br/contribuindo.asp especificando meu nome no cadastro solicitado.

Mais uma vez obrigada por todas as orações, contribuições e carinho ao meu ministério.

E gostaria de agradecer especialmente a 1 Igreja Presbiteriana Independente de Marília e a 1 Igreja Presbiteriana Independente de Londrina, por estarem ajudando significativamente para que eu consiga realizar esta viagem.!!! Muito obrigada queridos!!!

Deus os abençoe hoje e sempre!!

Até daqui uns dias com mais notícias sobre a África!!




sexta-feira, 25 de maio de 2012

Dia da África





Londrina, 25 de maio de 2012.

Hoje, para a minha surpresa, comemora-se o dia da África.

Eu não sabia desta comemoração até ontem, quando meu facebook começou a ser bombardeado por fotos, imagens, pessoas de diferentes organizações, postando sobre este Continente...

Por fazer parte de uma organização que trabalha exclusivamente em prol do povo africano, o tema “África” e todas as implicações a ele são comuns aos meus ouvidos. Meus esforços, as correrias do dia a dia, meu ministério, sonhos e anseios tem tido a África como destino, como ideal...

Porém, o desafio num dia de comemoração está na análise de como as nossas ações, trabalhos e esforços tem atingido este continente. O desafio está em ouvir mais, em conhecer mais, em reconhecer as possibilidades e oportunidades contidas em cada tribo, povo, língua e nação.

Fico feliz que a MIAF (Missão para o Interior da África) tem aprendido ao longo de mais de um século em solo africano, a respeitar, amar e escutar suas reais necessidades, antes que projetos e ministérios sejam implementados.

Como cristã, como missionária e ex-residente deste continente, não deixo de acreditar que a plenitude cultural, econômica, emocional e social do povo africano (e de todo o mundo) está na pessoa de Jesus, no seu caráter redentor, salvífico e que tem como prioridade o relacionamento integral com o ser humano.

Assim, em um dia como hoje, só consigo voltar meu coração a Deus pedindo sabedoria, energia, capacidade, um coração de servo, um moldar das intenções e motivações de todos que estão direta e indiretamente ligados a África.

Que o Senhor Jesus e a proposta de um evangelho simples e coerente, que a sua vida e exemplo, sejam aqueles a guiar todas as nossas atividades e projetos, para que o povo africano seja ricamente abençoado e continue a nos abençoar como já o têm, com tanta qualidade...

terça-feira, 24 de abril de 2012

Parabéns para ela!!!


Londrina, 24 de abril de 2012.

Hoje é dia 24 de abril... dia do aniversário de uma amiga muito especial, que entrou na minha vida quando eu tinha um aninho de idade.... e é a razão de eu ter esse blog... ela que gerencia minha vida virtual...  rss... Renata Devidé Freire...

Ela nem nasceu direito e já começou a saga de ser filha de pastor, e isso quer dizer estar pronta e “disposta” a se mudar algumas vezes de cidade e igreja durante toda uma vida... e pra completar, escolheu como marido, também um pastor.... e foram essas mudanças que a trouxeram pra perto de mim novamente...

Ter a Rê como amiga, confidente, e estar na sua vida há 30 anos significa muito mais que amizade, carinho e respeito... significa também...

  • ter ela presente na maioria das minhas fotos de criança: fazemos aniversário um dia depois da outra e estudamos na mesma escola a infância toda....
  • minha primeira aula de piano foi junto com ela. Fazíamos aula com a Dona Olga. Ela continuou e eu parei... para a minha tristeza...
  • foi na casa dela que “aprendi” a dormir sem meus pais... e foi um aprendizado duro, pois na maioria das vezes ela me dava boa noite e não me encontrava na cama ao lado pra dar bom dia... eu tinha ido chorando pra casa no meio da madrugada... rss...
  • cantávamos músicas dos lindos e gatos do Menudo: “ tô “P” da vida...” e nos achávamos as rebeldes por estar cantando um quase palavrão... hahahaha;
  •  subíamos em latas grandes de Toddy e Nescau fazendo o nosso palco no tão sonhado show da Xuxa;
  • aprendemos a como fazer ciúmes uma com a outra quando um terceiro elemento entrava em nossas brincadeiras...
  • tomamos muito banho juntas e eu sofria com a Tia Rubenita secando os meus cabelos com a toalha... hahaha...
  • foi da Rê de quem recebi a primeira carta pelo correio... com meu nome no remetente...Uma carta escrita com máquina de escrever, cheia de corretivos e com a seguinte frase: “vou dar uma paradinha porque tenho aula de piano, mais tarde eu continuo”, “as meninas dessa escola são muito chatas”...
  • a casa da Dona Gerseí era nosso palácio e a maior casa que a gente conhecia... nos trancávamos no banheiro pra brincar dentro da banheira...
  • visitei todas as cidades onde seu pai foi pastor... a vi inserida em diferentes escolas e turmas de igreja...
  • ela tb me visitava e conheceu a turma toda de adolescentes da 1 IPI e que hoje são suas amigas e companheiras...
  • fui convidada pra ser sua madrinha de casamento... alegria sem fim...
  • estar em Marília pra recebê-la de volta na cidade do biscoito, agora como mulher de pastor, foi um verdadeiro presente...
  • ver a Júlia nascendo e transformando sua família no sonho de serem papai e mamãe, foi lindo de ver...
  • ela me abençoando e participando do meu envio como missionária....

Assim... essa é só uma demonstração de carinho, amor e agradecimento a uma amiga que tem abençoado a minha vida por anos a fio... que se interessa pelo meu bem estar e pela minha vida como um todo...
A minha oração é que Deus me capacite como mulher e amiga a ser benção na vida dela também, a estar sempre presente, orando, amando e compartilhando....
Amo vc amiga... tenho orgulho da mulher que vc se tornou... vc é um exemplo de mulher de Deus, esposa e filha...

Parabéns!!!!
Beijos com carinho,
     Ana

sábado, 14 de janeiro de 2012

Marília, 14 de janeiro de 2011
 
 
Que venha o Novo!!!
 
 
Chegou a hora de mudar de novo....
 
Chegou a hora de partir e começar uma nova fase, um novo ministério, aprender a me adaptar a uma nova rotina, a novas ruas, reaprender a me sentir em casa novamente...  E Londrina-PR será meu novo destino...
 
Uma das coisas que aprendi sobre ADAPTAR-SE é que devemos ter uma atitude quase que constante de otimismo, flexibilidade, contentamento, confiança e perseverança. E todos esses ingredientes já estão na minha mala, pois decidi que não viverei das alegrias da minha vida na África... quero ser feliz do mesmo jeitinho como fui em terras distantes...
 
Quero que o ano de 2012 seja repleto de realizações, de começos e recomeços... Quero que muitas coisas mudem, mas quero que outras tantas permaneçam...
 
Nada mudará se os hábitos forem os mesmos, se os pensamentos empacarem nos mesmos questionamentos, se a mesmice permanecer...
 
Mas sim, eu quero que algumas mesmices se enraízem.... pois certas rotinas e repetições em nosso dia a dia nos fazem ser quem somos... não podemos negar...
 
Quero a mesmice de querer minha família sempre por perto...
 
Quero a mesmice e o esforço para juntar os amigos em rodas comuns...
 
A mesmice de continuar a fazer por quem não merece a minha ação de fazer...
 
A mesmice da esperança em encontrar os olhos que entenderão os meus...
 
A mesmice de me sentir carente do amor, graça e misericórdia de Deus...
 
Mas eu também quero que outras mesmices como o pessimismo, a culpa, o orgulho, a ansiedade, a crítica exacerbada, a chatice, a falta de paciência, a não flexibilidade, o não contentamento, o desamor... quero que essas mesmices sejam reduzidas a pó...
 
Eu quero responder ao chamado Dele com alegria e tendo a mesma paz de sempre a me guiar...
 
E aí vai uma música que traduz bem o que estou sentindo nesses dias...
 
A tua luz acendeu meu coração
E eu pude ver em meio a escuridão
Tua Presença, tua fidelidade, graça e amor
Me levantaram outra vez
Me deram forças e prosseguirei

Irei contigo, onde quer que fores, meu Senhor
O Teu chamado cumprirei na alegria ou na dor
E toda vez que eu chorar
Ou quiser desanimar
O Teu Espírito
Me consolará

Se é na fraqueza do meu ser
Que manifestas teu poder
Eis-me aqui
Dependo de Ti,
Preciso de Ti

Toda Glória, toda Vitória eu sei
Pertence a Ti
Toda honra, todo o louvor entrego a Ti
Porque sem Ti, Não estaria aqui
(Eis-me Aqui – Ana Paula Valadão)
 
 
Feliz 2012 a todos!!!
E todos são mais que bem vindos à minha nova casa em Londrina...
Bjos
Ana
 
 3,2,1...